Mariângela Simão

ONU quer US$ 35 bilhões para vacinas, tratamentos e diagnósticos contra Covid-19 
BR

Evento virtual da iniciativa Acelerador ACT destaca que US$ 15 bilhões desse montante serão para próximo trimestre; secretário-geral sublinha que investimento ajudaria a evoluir da fase inicial para aumento do impacto das ações contra a pandemia

Covid-19: OMS aponta “nacionalismo de vacinas e risco de aumento de preços”
BR

Diretor-geral da agência revela haver demanda excessiva e competição para fornecimento de futura vacina; agência realça urgência de US$ 31,3 bilhões para aliança internacional que quer garantir uma vacina da Covid-19 para todos.

Profissionais de saúde e idosos podem ter prioridade na imunização da Covid-19
BR

Ao falar sobre uma potencial vacina, a vice-diretora-geral da OMS disse haver consenso sobre ação essencial de trabalhadores na linha de frente e pessoas na terceira idade; OMS estuda protocolos e diretrizes para chegada da imunização.

Entrevista: Dra. Mariângela Simão, vice-diretora-geral da OMS

A Organização Mundial da Saúde, OMS, apresentará marco regulatório sobre alocação de uma vacina contra Covid-19 quando disponível; anúncio deve ser feito ainda este mês, segundo a médica brasileira Mariângela Simão, responsável pela área de Acesso a Medicamentos, Vacinas e Produtos Farmacêuticos da agência.

Guterres grava mensagem em português, importância do isolamento e chegada da tocha olímpica no Japão

Neste Destaque ONU News sobre o coronavírus, secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, diz que o mundo pode vencer esta crise numa mensagem em português. A vice-diretora-geral da OMS, Mariângela Simão, alerta sobre a importância de se cumprir o isolamento social.  E no final, a chegada solitária da tocha olímpica às mãos do Japão.

 

Entrevista: América Latina pode ter aumento de casos de covid-19 já nas próximas semanas

Mariângela Simão é diretora-geral assistente para Acesso a Medicamentos, Vacinas e Produtos Farmacêuticos da Organização Mundial da Saúde, OMS. Nesta conversa exclusiva com a ONU News, de Genebra, a também secretária-geral assistente das Nações Unidas aborda a situação do novo coronavírus em relação aos remédios e expectativas sobre Brasil e a América Latina.

OMS diz que 200 remédios estão em análise para tratar novo coronavírus
BR

Medicamentos já são utilizados para tratar HIV, malária e ebola; brasileira na OMS destaca que atuais medidas para conter transmissão do covid-19 devem ser estritamente cumpridas até que seja comprovada eficácia de possível tratamento ou vacina. 

Mais material em português ajudaria com ações de regulação na África, diz OMS

Diretora-geral-assistente da Organização Mundial da Saúde, Mariângela Simão, afirma que países de língua portuguesa podem ser ainda mais beneficiados se literatura sobre regulação de medicamentos, que é geralmente produzida em inglês e francês, também fosse escrita em língua portuguesa.

Mariângela Simão, diretora-geral assistente da OMS

Diretora-geral assistente para acesso a medicamentos, vacinas e produtos farmacêuticos da Organização Mundial da Saúde, OMS, fala sobre ameaças à saúde da população mundial, como o vírus do ebola e o regresso do sarampo a alguns países. 

Brasileira na OMS cita lições do programa sobre HIV para novas políticas
BR

Diretora-geral-assistente para área de acesso a medicamentos, vacinas e produtos farmacêuticos, Mariângela Simão, toma posse nesta quarta-feira; médica afirma que acesso universal criado pelo Brasil, e várias nações, serve como inspiração para novas políticas de acesso a medicamentos contra outra

Áudio -