Líbano

Explosão em Beirute deixou pelo menos 100 mil desempregados
BR

Muitos informais ficaram sem o principal meio de sobrevivência; Pnud quer criar novos empregos, subsídios e empréstimos; OIT integra libaneses e refugiados sírios na limpeza de escombros; migrantes são 8% dos cerca de 300 mil afetados pela tragédia.

ONU envia suprimentos alimentares para o Líbano suficientes para três meses
BR

Programa Mundial de Alimentos prepara entrega de 17,5 mil toneladas de farinha de trigo e  trigo; 1 milhão de pessoas vivem atualmente abaixo da linha da pobreza; Nações Unidas também coordenam resposta para proteger patrimônio cultural danificado.

Como ajudar em ações da ONU para recuperar Beirute após a explosão?
BR

Agências das Nações Unidas atuam coordenadas no auxílio à população libanesa como parte dos esforços de recuperação após a explosão no porto da capital; você quer colaborar e não sabe como fazê-lo? Saiba quais as ações em curso e como apoiar.

Dezenas de refugiados entre vítimas mortais de explosão em Beirute
BR

Agências da ONU atuam com governo e parceiros para prestar assistência às vítimas; famílias vulneráveis gravemente afetadas chegam a 10 mil; 37% dos centros de saúde foram atingidos; cerca de 70 escolas públicas e 50 escolas privadas foram danificadas.

ONU quer investigação confiável e transparente sobre causa da explosão no Líbano
BR

Secretário-geral aponta que muitas pessoas continuam desaparecidas quase uma semana após o incidente; informe sobre a situação no Líbano aponta “profunda sensação de perda e até descrença” entre os libaneses.

Nações Unidas pedem empenho de todos para recuperação do Líbano após explosão
BR

Vice-chefe da organização revela que apoio financeiro dado em tempo recorde está fazendo a diferença; organização atua no terreno entregando auxílio médico, kits de abrigo, comida e junta famílias separadas pelo incidente da última terça-feira.

Ajuda humanitária em Beirute, alta nos preços de alimentos e o apelo de um líder indígena brasileiro

Neste Destaque ONU news, apresentado por Ana Paula Loureiro, as consequências da explosão na capital libanesa, preço dos alimentos no mundo têm segundo mês consecutivo de alta; e no final, o apelo de um líder indígena brasileiro por mais proteção em tempos da Covid-19.

100 mil crianças tiveram casas destruídas ou danificadas na explosão em Beirute
BR

Pelo menos 17 contêineres com material médico, incluindo centenas de equipamentos para a resposta da Covid-19, foram destruídos; mais de 120 escolas que atendem cerca de 55 mil crianças sofreram danos; estragos no porto podem dificultar entrada de alimentos no país que importa  quase 85% de comida.

OMS envia voo humanitário ao Líbano com 20 toneladas de suprimentos 
BR

Material deve ser usado em 2 mil cirurgias e procedimentos médicos nas vítimas da explosão de terça-feira em Beirute, capital do país; representante da ONU no Líbano informou que US$ 9 milhões serão destinados a necessidades urgentes; explosão matou mais de 130 pessoas e feriu pelo menos 5 mil.

Associação Líbano-Brasileira diz que resiliência do povo ajudará Líbano a se reerguer
BR

Bassam J. Hadad é presidente da entidade da  sociedade civil, com sede em Beirute, onde ocorreu a explosão, que matou mais de 100 pessoas; em entrevista à ONU News, ele diz que Líbano “vive uma situação muito delicada com a crise financeira”, mas que o país voltará a ser a "Pérola do Oriente".