Lei, Crimes & Justiça

Mossul: mortes recentes indicam aumento das atrocidades contra civis
BR

Escritório de Direitos Humanos recebeu relatos de que combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, mataram mais de 231 civis, incluindo mulheres e crianças, que tentavam fugir do oeste da cidade nas últimas duas semanas.

Áudio -

Mossul: mortes recentes indicam aumento das atrocidades contra civis
BR

Para especialista, violência doméstica é um tipo de execução arbitrária
BR

Agnes Callamard é relatora de direitos humanos e pede que governos reconheçam ataques a mulheres como violação de direitos; ela afirma que há indícios contundentes de que mulheres têm mais risco de sofrer violência.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Para especialista, violência doméstica é um tipo de execução arbitrária
BR

Onusida: redes sociais podem combater “conspiração do silêncio” sobre HIV

Agência quer promover acesso ao tratamento para mais 10 milhões de pessoas até 2020; grupos chamados marginalizados incluem trabalhadores do sexo, usuários de drogas, homens que têm sexo com homens e adolescentes.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Onusida: redes sociais podem combater “conspiração do silêncio” sobre HIV

Unicef alerta que 100 mil crianças estão em condições perigosas em Mossul
BR

Representante da agência da ONU no Iraque afirmou que meninos e meninas estão sendo mortos, feridos e usados como escudos humanos; Peter Hawkins disse que algumas crianças foram assassinadas quando tentavam fugir da violência.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Unicef alerta que 100 mil crianças estão em condições perigosas em Mossul
BR