Lei, Crimes & Justiça

Unesco condena assassinato de jornalista do Paquistão
BR

Faiz Mahammad Khan Sasoli foi baleado e morto no último domingo quando dirigia seu carro no distrito de Khuzdar, na província de Baluchistan; paquistanês vinha sofrendo ameaças e havia sobrevivido a dois ataques anteriores nos últimos 12 meses.

Espanha adere à campanha do Unodc contra tráfico de pessoas
BR

Diretor-geral da agência, Antonio Maria Costa, pede para que demais países do continente também se juntem à campanha Coração Azul; documento do Unodc revela que 84% das pessoas traficadas para a Europa são vítimas de exploração sexual.

ONU confirma morte de funcionário no Afeganistão
BR

Cidadão de nacionalidade afegã foi morto durante ataque a veículo da Unama em Cabul; organização condenou o ato e apelou para que responsáveis sejam levados à justiça rapidamente.

Israel deve evitar mais violações em Jerusalém Oriental, diz relator
BR

Richard Falk alerta que transferências de população dentro ou para território ocupado são crimes de guerra sob o Estatuto de Roma; quatro ex-membros do Conselho Legislativo da Palestina correm o risco de perderem suas casas na região de Silwan.

Unesco condena assassinatos de quatro jornalistas (Português Brasil)

Três jornalistas filipinos e um hondurenho foram mortos só em junho; Ela afirmou estar convencida de que autoridades dos dois países não deixarão os ataques contra os jornalistas sem punição.

Unrwa condena ataque à colônia de férias da ONU em Gaza (Português Brasil)

Invasores incendiaram as instalações da colônia de férias, onde acontecem, anualmente, os chamados “Jogos de Verão” da ONU com a participação de milhares de crianças.

Consumo e tráfico ilícito de drogas são obstáculo ao desenvolvimento

Em mensagem pelo Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, comemorado este sábado, Ban Ki-moon diz que estupefacientes são uma ameaça para a saúde pública, meio ambiente e segurança dos estados.

Novo tribunal para julgamento de piratas no Quénia tem apoio do Unodc

Segundo a agência da ONU, a maioria dos suspeitos de actos de pirataria tem sido levados para aquele país da África Oriental, particularmente para o porto de Mombasa; construção da nova corte contou com o apoio de nações doadoras como a França, Austrália e Canadá.

Unodc ajuda Quênia a construir tribunal para julgar suspeitos de pirataria
BR

Segundo a agência da ONU, a maioria dos suspeitos tem sido levados para o porto de Mombasa; coleta de provas, processos e manutenção de piratas da Somália em prisões tem representado um desafio para o sistema judiciário queniano.

Casos de desaparecimentos são examinados por Grupo da ONU
BR

Órgão diz durante encontro em Sarajevo que 10 casos merecem atenção urgente; eles se referem a vários países, incluindo China, Chile, Colômbia, Coreia do Norte, Iraque, Rússia, Ruanda e Venezuela.