Lei, Crimes & Justiça

ONU quer mais proteção a civis vulneráveis a ataques do LRA
BR

John Holmes ressaltou que as ações do grupo rebelde ugandês continuam em andamento; o coordenador humanitário das Nações Unidas afirmou que, entre setembro e junho, mais de 1,2 mil civis foram assassinatos e 1,4 mil raptados na RD Congo.

Irina Bokova pede esclarecimentos sobre mortes de jornalistas
BR

Diretora-geral da Unesco condenou a morte de um jornalista do Quirquistão e o ataque a um clube de imprensa do Paquistão; segundo a agência da ONU o centro paquistanês foi alvo de um atentado suicida em 22 de dezembro, e deixou quatro mortos e 23 feridos.

Relator da ONU pede cancelamento de execução na China
BR

Philip Alston ressaltou que o país tomou medidas importantes para se adequar às normais internacionais mas que a execução de um indivíduo com doença mental seria um grande retrocesso; o britânico Akmal Shaikh foi condenado à pena capital por transportar drogas.

Conselho de Segurança impõe sanções à Eritreia
BR

Conselho expressou preocupação após a rejeição da Eritreia sobre o Acordo de Djibuti, um tratado de paz mediado em 2008 pelas Nações Unidas.

ONU reforça presença militar em área conturbada da RC Africana

O chefe da missão das Nações Unidas no país, Victor Angelo, disse que a medida é justificada pelos riscos de segurança no campo de Sam Ouandja e pela precária situação dos refugiados, provenientes na sua maioria da vizinha região sudanesa de Darfur.

Unesco condena morte de radialista brasileiro
BR

Irina Bokova disse que os ataques à mídia e seus representantes constituem uma ameaça séria e inaceitável à democracia; José Givonaldo Vieira foi morto em 14 de dezembro; diretora-geral da Unesco também condenou assassinatos de jornalistas da Colômbia e da Turquia.

Relator da ONU preocupado com deportações no Camboja
BR

Manfred Nowak afirmou que eles correm o risco de tortura, outras formas de maus-tratos ou ainda à pena de morte; os refugiados fugiram da China nos últimos meses, devido a tensões étnicas em Urumqi, capital da Região Autônoma Xinjiang Uighur, no noroeste do país.

Funcionários da ONU escapam a ataque no leste do Chade

Um comunicado da Minurcat indica que a coluna viajava entre as cidades de Goz Beida e Koukou Angarana quando sofreu a emboscada; um elemento da força chadiana que escoltava o grupo ficou ferido durante o ataque.

Ataques do LRA podem constituir crimes de guerra

Dois relatórios divulgados por órgãos diferentes da ONU enumeram uma série de violações perpetradas pelo grupo rebelde no Sul do Sudão e RD Congo; 1,2 mil civis foram mortos neste último país pelo movimento entre Setembro do ano passado e Junho de 2009.

Queda no valor de mercado do ópio afegão
BR

Pesquisa do Unodc mostra que o cultivo e a produção da droga registraram declínio no Afeganistão em 2009; novos progressos dependem do combate à corrupção no país.