Lei, Crimes & Justiça

Política de combate a droga na Suécia é exemplar, diz Unodc
BR

O diretor-executivo do Escritório das Nações Unidas para Drogas e Crimes, Unodc, Antonio Maria Costa, afirmou que o sucesso da Suécia nos esforços de controle de drogas serve de exemplo para outros países.

Relatores da ONU irão investigar alegações de violação durante conflito
BR

Uma equipe de relatores independentes das Nações Unidas chega nesta quinta-feira ao Oriente Médio para apurar alegações de violações cometidas durante o conflito no Líbano.

Comissão de inquérito sobre Líbano começa este mês, diz Baena Soares
BR

O embaixador brasileiro João Baena Soares afirmou que os trabalhos da comissão de inquérito do Conselho de Direitos Humanos da ONU sobre o conflito no Líbano devem começar ainda este mês.

União Africana confirma retirada de Darfur

A União Africana (UA) reafirmou a sua intenção de deixar a província sudanesa de Darfur em finais de Setembro, quando expirar o mandato dos seus monitores.

ONU critica Israel por uso de bombas de fragmentação no Líbano

O Sub-Secretário Geral da ONU para Assuntos Humanitários criticou o uso excessivo por parte de Israel de bombas de fragmentação durante os últimos três dias do conflito no Líbano, descrevendo a sua utilização como imoral.

Trabalhadores da Ásia enfrentam desvantagens, alerta OIT
BR

A Organização Internacional do Trabalho, OIT, lançou um alerta sobre a situação dos trabalhadores na Ásia.

OIT realiza discussão sobre perigos do trabalho forçado no Brasil
BR

Terminou neste fim de semana em Palmas, no Tocantins, um seminário sobre formas de trabalho escravo no Brasil.

Nações Unidas investigam alegações de abuso sexual em forças de paz
BR

O Departamento de Manutenção das Operações de Paz informou que mais de 300 pessoas estão sendo investigadas sobre alegações de assédio e abuso sexuais.

Incerteza volta a rodear eleições na Côte d'Ivoire

O chefe da missão das Nações Unidas na Côte d\'Ivoire, Pierre Schori, voltou a emitir dúvidas sobre a realização das eleições antes do prazo de 31 de Outubro, estabelecido pela ONU.

Calma regressa a Kinshasa após três dias de violência

A calma regressou esta quarta-feira à capital da Repùblica Democrática do Congo após três dias de tiroteios que provocaram 16 mortos.