Kivu do norte

ONU pede justiça após morte de boina-azul na República Democrática do Congo
BR

Integrante da tropa de paz de nacionalidade malauiana perdeu a vida em ataque a acampamento da missão por rebeldes do ADF; Conselho de Segurança considera essencial que a maior operação de paz do mundo tenha as capacidades que precisa para cumprir mandato.

Não existe saída puramente militar para a RD Congo, diz general brasileiro
BR

Comandante das Forças de Paz da ONU no país africano, Monusco, general Ricardo Augusto Ferreira Costa Neves, lidera 13 mil boinas-azuis de 50 países no terreno; no início de abril, ele retornará ao Brasil após cumprir seu mandato.

Leste da RD Congo tem recorde de mortes em atrocidades de grupos armados 
BR

Acnur realça atos cometidos em três províncias orientais em 2020; agência crê que ação armada faz parte de “padrão sistemático para agitar a vida de civis, provocar medo e criar confusão”; Kivu do Norte continua com assassinatos e sequestros cometidos por diferentes grupos neste ano. 

Ataques a civis na RD Congo podem ser considerados crimes contra humanidade
BR

Relatório do Escritório Conjunto de Direitos Humanos da ONU, no país, sugere que as partes em conflito na República Democrática do Congo cometeram violações de direitos humanos; atrocidades das Forças Democráticas Aliadas, ADF na sigla em inglês, podem constituir crime de guerra.  

General brasileiro vê forças de paz mais eficientes atuando junto a comunidades da RD Congo
BR

Em primeira viagem ao campo, comandante da força Ricardo Augusto Costa Neves esteve na área de Beni; oficial acredita que operações de inteligência da maior missão de paz do mundo podem ter mais apoio dos civis.

ONU envia força de reação rápida após ataque que matou 19 no leste da RD Congo
BR

Encontros com o Exército congolês abordam envio de mais tropas para a região de Maliki no Kivu do Norte; situação é considerada mais calma após agitação em protestos nas cidades de Beni, Butembo e Goma.

OMS registra número mais baixo de novos casos de ebola em seis meses
BR

Agência da ONU considera prematuro determinar se essa tendência persistirá na República Democrática do Congo; dados da vigilância do atual surto apontam que continuam altos os riscos da doença se alastrar.

Surto de ebola completa um ano na RD Congo

Líderes de agências da ONU descrevem cenário da “doença implacável e devastadora”; mais de 2,6 mil casos foram confirmados e número de mortos ultrapassa 1,7 mil; vacina contra o vírus foi administrada a mais de 170 mil pessoas desde agosto de 2018.

Ebola: ONU anuncia novas medidas para conter surto que já matou 1,2 mil
BR

Centros de decisão e resposta instalados na ára congolesa de Butembo, em Kivu do Norte; reforço de ações inclui rápida identificação e tratamento; expansão da vacinação e mais atividades para acabar com a transmissão do vírus na RD Congo.

“Surto de ébola é uma batalha que não pode ser perdida”, apela OIM na RD Congo

Agência envolveu mais de 800 funcionários em esforços de prevenção em províncias afetadas; vigilância a viajantes rastreou mais de 32 milhões de pessoas em 80 pontos diferentes.