Ivan Šimonovic

Situação continua “sombria” depois de dois anos de conflito na Ucrânia
BR

Alerta consta de um relatório divulgado pelo Escritório de Direitos Humanos; desde o início do conflito em abril de 2014, 9,3 mil pessoas morreram e 21,5 mil ficaram feridas na região leste do país.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Situação continua “sombria” depois de dois anos de conflito na Ucrânia
BR

Sobe para 474 número de vítimas mortais devido à violência no Burundi

ONU indica que tensões políticas no país podem levar a uma espiral de violência; Escritório de Direitos Humanos recebeu relatos de 496 casos de tortura e de maus-tratos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Sobe para 474 número de vítimas mortais devido à violência no Burundi

“Situação na Ucrânia continua tensa e volátil”
BR

Alerta foi feito pelo vice-secretário-geral da ONU em pronunciamento no Conselho de Segurança; reunião no órgão incluiu também secretário-geral assistenta para direitos humanos e diretor de operações do Ocha.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

“Situação na Ucrânia continua tensa e volátil”
BR

ONU aponta risco de recuo nos ganhos de direitos humanos na Somália

Parceiros foram instados a apoiar o governo no fim da visita do secretário-geral assistente para os Direitos Humanos; em Mogadíscio, responsável deplora morte de pelo menos 11 após disputa de forças de segurança.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

ONU aponta risco de recuo nos ganhos de direitos humanos na Somália

ONU diz que não há lugar para pena de morte no século 21
BR

Secretário-geral assistente para Direitos Humanos falou a jornalistas antes do lançamento do livro “Afastando-se da pena de morte: argumentos, tendências e perspectivas”; Ivan Simonovic afirmou haver “evidências concretas de que há uma correlação entre pena de morte e discriminação”.

Áudio -

ONU diz que não há lugar para pena de morte no século 21
BR