Insegurança alimentar severa

Angola e Moçambique enfrentam ameaça de insegurança alimentar severa

Agência da ONU, PMA, diz que se nada for feito, 45 milhões de pessoas poderão passar fome em 16 países incluindo Angola e Moçambique; ciclones, cheias e a pior seca nos últimos 35 anos na África Austral entre as causas para falta de alimentos.

Insegurança alimentar severa atinge cerca de 113 milhões de pessoas no mundo
BR

Segundo relatório, mais da metade dos atingidos, 74 milhões de pessoas, vivem em 21 países afetados por conflitos ou insegurança; em 2018, clima e desastres naturais levaram 28 milhões de pessoas à fome.