infectados

OMS: Mundo apresenta recorde de novos infectados desde que começou pandemia     
BR

Agência elogiou o Brasil pela queda de novos casos da Covid-19, mas pede vigilância; mundo teve 307.403 novas notificações em 24 horas; na segunda-feira, OMS somou 37.423.660 casos e mais de 1.074.817 mortes devido à doença.  

OMS alerta para rápida evolução do coronavírus na Coreia do Sul
BR

Agência anuncia 108 casos confirmados e nove mortes; segundo agências de notícias, 2,3 mil pessoas foram colocadas em quarentena e que 1,9 mil escolas foram fechadas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

Áudio -

OMS alerta para rápida evolução do coronavírus na Coreia do Sul
BR

Guiné-Bissau: OMS elogia parceria na preparação contra ameaça do ébola

Agência alertou para ativação de mecanismos para travar progressão do vírus; representante residente quer melhorar cooperação para que saúde seja prioritária.

Amatijane Candé, da Rádio ONU em Bissau.

Áudio -

Guiné-Bissau: OMS elogia parceria na preparação contra ameaça do ébola

Número de mortos devido ao ébola já ultrapassou os 10 mil, segundo a OMS

Atualização da agência aponta para um total de 24 350 casos; pelo menos 3.655 mortes pelo surto ocorreram somente na Serra Leoa;  ONU confirma envio de funcionário britânico que contraiu o vírus para o Reino Unido.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Número de mortos devido ao ébola já ultrapassou os 10 mil, segundo a OMS

Registos de infeção pelo ébola pela primeira vez abaixo de 100 por semana

OMS passa a priorizar fim da epidemia ao invés da desaceleração de transmissões;  Guiné Conacri, Libéria e Serra Leoa reportaram 99 casos confirmados na semana até 25 de janeiro.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Registos de infeção pelo ébola pela primeira vez abaixo de 100 por semana

Peritos internacionais estão na região afetada pelo ébola na Serra Leoa

OMS diz que grupo também deve desenvolver um plano para deter a doença, que pode matar até 90% dos infetados; na vizinha Guiné-Conacri, surto já matou 174 pessoas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -