Idai

Idai foi o ciclone tropical com maiores prejuízos no sudoeste do Oceano Índico

Especialistas de direitos humanos da ONU assinam apelo à solidariedade internacional; pedido é dirigido a Estados, organizações internacionais e ao setor privado em prol de países da África Austral que lidam com os efeitos do desastre.

Ciclone Idai: mais de 1,5 milhão de crianças precisam de assistência urgente 

Em Moçambique, o país mais afetado, são cerca de 1 milhão de meninos e meninas; Unicef lançou apelo humanitário de US$ 122 milhões; número de mortes atualmente está em 468; acompanhe aqui a cobertura especial da ONU News.   

Guterres promete a moçambicanos: “não nos vamos esquecer de vocês”

Secretário-geral falou a jornalistas sobre desastre natural em Moçambique, Maláui e Zimbábue; ONU lançou apelo humanitário de US$ 282 milhões para apoiar 1,7 milhão de pessoas no país lusófono nos próximos três meses; acompanhe aqui a cobertura especial da ONU News.

Agência da ONU declara Moçambique “emergência de mais alto nível”

Chefe do PMA vai visitar país; Federação Internacional da Cruz Vermelha e das Sociedades do Crescente Vermelho triplicou apelo; número de mortes confirmadas subiu para 447; acompanhe aqui a cobertura especial da ONU News.

ONU apoia tratamento médico de mais de 10 mil vítimas de desastre natural em Moçambique

OMS enviou profissionais e materiais de saúde para o terreno; pelo menos 53 instalações sanitárias foram danificadas pelo mau tempo; diretora-geral do Unicef visita áreas afetadas para mobilizar apoio para crianças e suas famílias; acompanha aqui a cobertura especial da ONU News. 

Comunidade internacional continua a mobilizar ajuda para vítimas do ciclone Idai

Presidente da Assembleia Geral agradeceu organizações humanitárias pelos esforços de alívio em Moçambique, no Maláui e no Zimbábue; região continua com possibilidade de inundações que podem aumentar número de afetados; acompanhe aqui a cobertura especial.

ESPECIAL MOÇAMBIQUE: “Isto é uma coisa nunca vista”

Coordenador de emergência do PMA, Pedro Matos, está na cidade da Beira a trabalhar na resposta humanitária; agência coordena auxílio internacional pós-ciclone; 600 mil pessoas foram afetadas pelas cheias e já se admite centenas de mortes; acompanhe aqui a cobertura especial

Emergência em Moçambique “aumenta a cada hora que passa”, diz PMA

Alertas foram lançados para as próximas 72 horas devido ao risco de cheias nos rios Búzi, Púngoè  e Save; segundo a agência, “o rio Búzi já transbordou as margens matando centenas.”