H5N1

África Ocidental e Central em alerta devido ao aumento da gripe aviária H5N1

Camarões já tiveram prejuízos de US$ 20 milhões; FAO ajuda a investigar possíveis casos de contaminação em animais e em seres humanos; surtos na Nigéria provocaram morte e abate de mais de 3,5 milhões de aves.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

África Ocidental e Central em alerta devido ao aumento da gripe aviária H5N1

FAO alarmada com surto de gripe aviária na África Ocidental

Agência destaca perigos do H5N1 para humanos e para animais dentro e fora da região; necessários US$ 20 milhões para prevenção e resposta; mais de 1,6 milhões de aves abatidas ou mortas pela doença na Nigéria.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

FAO alarmada com surto de gripe aviária na África Ocidental

Entrevista: gripe aviária H5N1 pode afetar milhões na África Ocidental

A África Ocidental regista um surto do vírus da gripe aviária H5N1, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura Alimentação, FAO.

Áudio -

Entrevista: gripe aviária H5N1 pode afetar milhões na África Ocidental

Egipto entre países com nova variante do vírus da gripe aviária

FAO aponta riscos do vírus se espalhar por outros países; especialista defende que acções humanas na produção e comercialização ajudam a espalhar a doença.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

Egipto entre países com nova variante do vírus da gripe aviária

FAO alerta para nova estirpe do vírus da gripe aviária

Juan Lubroth, chefe dos Serviços de Veterinária da Organização da ONU para Agricultura, e Alimentação, FAO, fala do alastramento de uma nova estirpe do vírus da gripe aviária, conhecido por H5N1.

Áudio -

FAO alerta para nova estirpe do vírus da gripe aviária