Guiné-Bissau

Ao lado de Ban, chefe da Comissão Europeia condena golpe militar na Guiné-Bissau
BR

Declaração de José Manuel Durão Barroso, chefe da Comissão e ex-premiê de Portugal, foi dada em Bruxelas, de forma parelela ao encontro de cúpula “Energia Sustentável para Todos.”

Áudio -

Conselho de Segurança exige libertação imediata de presidente interino da Guiné-Bissau
BR

Conselho de Segurança exige libertação imediata de presidente interino da Guiné-Bissau
BR

Além de Raimundo Pereira, primeiro- ministro Carlos Gomes Júnior também foi detido por integrantes das Forças Armadas do país; órgão da ONU condenou a tomada do poder.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Clip: Brasil coordena ação diplomática para crise na Guiné-Bissau

A embaixadora do Brasil junto das Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, coordena com os estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp,  a ação diplomática para a situação na Guiné-Bissau.

Áudio -

Clip: Brasil coordena ação diplomática para crise na Guiné-Bissau

Brasil quer discussão de crise na Guiné-Bissau no Conselho de Segurança
BR

Reunião de caráter urgente será convocada pela Cplp; embaixadora do Brasil na ONU anuncia coordenação de esforços para coordenar intervenção militar.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Brasil quer discussão de crise na Guiné-Bissau no Conselho de Segurança
BR

Clip: ONU paralisada em Bissau, após intervenção militar

O porta-voz Escritório da ONU para a Manutenção da Paz na Guiné-Bissau, Uniogbis, Vladimir Monteiro, fala da situação que se seguiu à intervenção militar nesta quinta-feira, na capital do país.

Tempo total: 1’09”

Áudio -

Clip: ONU paralisada em Bissau, após intervenção militar

Novo chefe da Comissão Econômica da ONU para África destaca papel da lusofonia
BR

Segundo Carlos Lopes, sua nomeação também é um reconhecimento da contribuição dos países de língua portuguesa; guineense disse que vai trabalhar na construção de redes e cooperação que beneficiem todos os países africanos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

Áudio -