Guiné-Bissau

ONU condena violações de direitos humanos na Guiné-Bissau

Em declaração de imprensa, órgão cita apreensão com prolongamento de roteiro de transição e atraso nas eleições, que estavam inicialmente marcadas para este ano.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque

Áudio -

ONU condena violações de direitos humanos na Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Ramos Horta quer mais envolvimento no pleito de março

Em entrevista à Rádio ONU, representante do Secretário-Geral no país falou de tensões entre alguns políticos e militares; período a seguir ao pleito deve ser marcado por uma conferência de doadores.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Guiné-Bissau: Ramos Horta quer mais envolvimento no pleito de março

Entrevista: José Ramos Horta

O enviado especial da ONU para a Guiné-Bissau, José Ramos Horta, afirmou que não pode mais haver impunidade no país.

O ex-presidente do Timor Leste fez a declaração em entrevista à Rádio ONU, logo depois de pronunciamento no Conselho de Segurança sobre a situação no país africano.

Áudio -

Entrevista: José Ramos Horta

Ramos Horta diz que não pode mais haver impunidade na Guiné-Bissau
BR

Enviado especial do Secretário-Geral da ONU disse que a situação no país está bem melhor agora depois da onda de violência há algumas semanas; ex-presidente do Timor Leste fez a declaração depois de pronunciamento no Conselho de Segurança.

Áudio -

Ramos Horta diz que não pode mais haver impunidade na Guiné-Bissau
BR

Timor-Leste diz que está disposto a ajudar para eleições na Guiné-Bissau

Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Luís Guterres, disse que o seu país vai analisar a demanda para a realização do pleito após consultas com a Cplp; primeiro-ministro Xanana Gusmão visitou o país africano no início deste mês.

Áudio -

Timor-Leste diz que está disposto a ajudar para eleições na Guiné-Bissau

Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Luís Guterres, disse que o seu país vai analisar a demanda para a realização do pleito após consultas com a Cplp; primeiro-ministro Xanana Gusmão visitou o país africano no início deste mês.