gripe aviária

África Ocidental e Central em alerta devido ao aumento da gripe aviária H5N1

Camarões já tiveram prejuízos de US$ 20 milhões; FAO ajuda a investigar possíveis casos de contaminação em animais e em seres humanos; surtos na Nigéria provocaram morte e abate de mais de 3,5 milhões de aves.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

África Ocidental e Central em alerta devido ao aumento da gripe aviária H5N1

FAO alarmada com surto de gripe aviária na África Ocidental

Agência destaca perigos do H5N1 para humanos e para animais dentro e fora da região; necessários US$ 20 milhões para prevenção e resposta; mais de 1,6 milhões de aves abatidas ou mortas pela doença na Nigéria.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

FAO alarmada com surto de gripe aviária na África Ocidental

Entrevista: gripe aviária H5N1 pode afetar milhões na África Ocidental

A África Ocidental regista um surto do vírus da gripe aviária H5N1, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura Alimentação, FAO.

Áudio -

Entrevista: gripe aviária H5N1 pode afetar milhões na África Ocidental

FAO aposta em nova tecnologia para previnir doenças em animais
BR

Com o Instituto Suíço de Bioinformática, agência da ONU amplia combate à gripe aviária e à febre aftosa; novos sistemas melhoram detecção precoce de doenças e aceleram prevenção.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Áudio -

FAO aposta em nova tecnologia para previnir doenças em animais
BR

FAO afirma que nova gripe aviária ameaça produção de aves na Europa
BR

Alemanha, Holanda e Reino Unido registraram casos em fazendas; agência da ONU diz que novo vírus pode ter mais impacto em países de baixa renda; risco é maior nas rotas de migração nas regiões do Mar Negro e do leste do Atlântico

Áudio -

FAO afirma que nova gripe aviária ameaça produção de aves na Europa
BR