governo sírio

Bachelet horrorizada com escalada da crise humanitária no noroeste da Síria
BR

Alta comissária de direitos humanos da ONU descreveu situação de mulheres e crianças sendo bombardeadas no rigoroso inverno sírio como uma “crueldade inacreditável”; desde 1º de janeiro, 299 civis foram assassinados em Idlib e Alepo, 93% dessas mortes são atribuídas ao governo sírio e seus aliados.