Fundo Monetário Internacional

Guiné-Bissau com “forte interesse” em novo programa do FMI

Grupo de especialistas visitou o país e reuniu com chefes de Estado e de governo; nova visita pode acontecer em setembro para discutir acordo com novo executivo; em 2019, défice orçamental deve ser 3% e economia deve crescer 5%.

FMI diz que Portugal obteve melhores resultados do que o esperado

Desempenho obtido com sucesso das exportações e depois de uma actividade relativamente moderada no primeiro semestre;  recomendação é que crescimento mais forte tenha uma base abrangente.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

FMI diz que Portugal obteve melhores resultados do que o esperado

Retomada do crescimento da AL e Caribe tem que fortalecer comércio exterior
BR

Recomendação consta do novo relatóriodo Banco Mundial; órgão diz que apesar de contração de 1,1% este ano, economia deverá crescer a partir de 2017; já a economia brasileira deve encolher 3,2%.

Mariana Ceratti, de Brasília, para a Rádio ONU.*

Áudio -

Retomada do crescimento da AL e Caribe tem que fortalecer comércio exterior
BR

FMI: economia de São Tomé e Príncipe tem demonstrado resistência

Conselho de Administração do órgão concluiu consulta ao país lusófono a 10 de junho; previsão de crescimento do PIB é de 5% para 2016.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

FMI: economia de São Tomé e Príncipe tem demonstrado resistência

Chefe do FMI diz que caso europeu é “unidade na diversidade”
BR

Em discurso em Viena, Christine Lagarde afirmou que o “progresso não é nunca linear”; sobre o referendo a respeito da saída do Reino Unido da União Europeia, secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, declarou que essa é uma decisão soberana dos cidadãos britânicos.

Áudio -

Chefe do FMI diz que caso europeu é “unidade na diversidade”
BR

Forte recessão do Brasil é destaque em relatório do FMI
BR

Contração no crescimento do país é de 3,8% segundo órgão, citando problemas econômicos e políticos; no balanço geral, a projeção para América Latina e Caribe é de redução de 0.5% na economia neste ano.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -