fome

Zimbábue enfrenta fome causada pelo homem, diz especialista da ONU
BR

Estima-se que insegurança alimentar esteja afetando 5,5 milhões de pessoas nas áreas rurais do país africano; nas áreas urbanas, problema é enfrentado por 2,2 milhões de pessoas.*

OMS alerta que sistema de saúde no Iêmen precisa de mais apoio
BR

Autoridades locais declararam emergência após aumento de casos de dengue e malária; cólera matou quase mil pessoas este ano; 250 mil iemenitas sofrem desnutrição grave no país em conflitos e funcionários. 

Progresso para alcançar desenvolvimento sustentável está seriamente afetado
BR

Metade da população mundial não tem acesso à educação e a cuidados de saúde; mulheres enfrentam discriminação e o número de pessoas com fome aumenta no mundo, diz secretário-geral da ONU, António Guterres, em artigo de opinião para o jornal Financial Times.

Vítimas de desnutrição aguda aumentam no Sudão do Sul

Avaliação sobre estado da emergência alimentar revela subida de 3% em um ano; situação é causada por altos níveis de insegurança alimentar, hábitos de alimentação de bebês e crianças pequenas.

FAO incentiva parceria com Japão para melhorar nutrição em países africanos

Futura colaboração pode ser consolidada em tecnologias inteligentes, maquinaria agrícola e marketing; chefe da agência defende apoio ao continente com a maior prevalência de desnutrição.

Crise humanitária na República Centro-Africana é a terceira maior do mundo

Quase 3 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária; Programa Mundial de Alimentação pretende mais do que dobrar seu apoio e, para isso, são necessários mais US$ 35,5 milhões até o final de 2019.

ONU contribui para apoiar parte dos 2,3 milhões de afetados pela seca em Angola
BR

Doação de bens será feita na província do Cunene, uma das quatro que enfrentam a emergência da seca; Unicef revela que situação afeta cerca de 491 mil crianças com menos de cinco anos.

5 maneiras que os povos indígenas estão ajudando o mundo a alcançar a #FomeZero
BR

FAO destaca que povos indígenas e seus sistemas alimentares podem fornecer respostas à insegurança alimentar e às mudanças climáticas.

 

Insegurança alimentar afeta cerca de 5,5 milhões de pessoas das áreas rurais de Zimbábue
BR

Mais de 3 milhões de pessoas deverão precisar de ajuda humanitária urgente entre outubro e dezembro de 2019; chefe do PMA diz que é preciso aumentar rapidamente esforços “para atender necessidades alimentares urgentes dos mais afetados pela crise econômica e pela seca.”  

FAO prevê insegurança alimentar para 9,7 milhões de pessoas no Sahel

Cerca de 2 milhões de crianças correm risco de sofrer de desnutrição aguda na região africana; FAO quer maior atenção para áreas como Lago Chade, Níger, Burquina Fasso e Mali.