entrevista

Apoio às vítimas do ciclone em Moçambique

A representante do Programa Mundial de Alimentação, PMA, em Moçambique coordena a resposta internacional ao período pós-ciclone no país. Karin Manente diz haver necessidade de mais recursos nos próximos dias. O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, Ingc, está na liderança do processo.

Ministra de Moçambique fala sobre CSW63, parcerias com a Cplp e impacto de tempestades tropicais

A ministra do Género, Criança e Ação Social em Moçambique fala sobre os temas que foram debatidos na CSW63, as iniciativas em parceria com Cplp e o impacto das tempestades tropicais em mulheres e crianças. Cidália Chaúque falou à ONU News, em Nova Iorque. 

Representante da ONU Mulheres fala sobre os principais temas da CSW63

Assessor para o planejamento estratégico da ONU Mulheres, Julien Pellaux, fala sobre os principais temas da 63ª Sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, CSW. O segundo maior evento anual no calendário da ONU após a Assembleia Geral.

Ministra de Cabo Verde destaca compromisso com igualdade de género e combate à violência doméstica

Maritza Rosabal, ministra da Educação, Família e Inclusão Social de Cabo Verde, destaca o compromisso do governo com a construção da igualdade de género e o combate à violência doméstica. A representante participa da 63ª Sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, CSW63, que acontece até 22 de março na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

CSW63: ministra de Angola explica projetos do governo para mulheres

A ministra da Ação Social, Família e Mulher de Angola participa da 63ª Sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, CSW63, que acontece na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque. Faustina Alves fala sobre os programas criados para aumentar a proteção de mulheres em situação de vulnerabilidade no país, e contatos com outros países de língua portuguesa para compartilhar experiências nessa área

CSW63: ministra Damares Alves diz que alvo do Brasil é “erradicar violência doméstica”
BR

Representante declara que país promove ações para que a mulher tenha maior protagonismo em todas as áreas de desenvolvimento; compromisso das autoridades brasileiras é que o Brasil se torne “uma das melhores nações do mundo para se criar meninas”.

Mulheres ainda ganham em média 20% a menos que os homens no mundo

De acordo com um novo relatório da Organização Internacional do Trabalho, OIT, publicado nesta quinta-feira, nos últimos 27 anos a diferença nas taxas de emprego entre homens e mulheres diminuiu menos de 2%.