Domingos Simões Pereira

ONU elogia políticos da Guiné-Bissau pela busca de meios legais para resolver disputa eleitoral
BR

Em Bissau, chefe dos Assuntos Políticos e da Consolidação da Paz incentivou as partes a cumprir e respeitar Estado de direito; representante teve reuniões com líderes guineenses, incluindo o presidente cessante do país e os candidatos que disputaram as eleições presidenciais.

Enviado especial da ONU pede “maturidade e moderação” após resultado de eleições na Guiné-Bissau
BR

Autoridades eleitorais anunciaram vitória do ex-primeirio-ministro e general reformado Umaro Sissoco Embaló no pleito de 29 de dezembro; presidente eleito do partido Movimento para a Alternância Democrática, Madem-G15, obteve 53, 55% dos votos; votação teve quase um terço de abstenções; ganhador do primeiro turno, Domingos Simões Pereira, do maior partido político guineense, Paigc, obteve 46,45% dos votos válidos. 

Guiné-Bissau: missão da ONU realça experiência de organizar “eleições credíveis e pacíficas”

Previsão das autoridades eleitorais guineenses é divulgar primeiros resultados das eleições presidenciais na quarta-feira; disputa envolveu os candidatos Domingos Simões Pereira e Umaro Sissoco Embaló.

“Nós olhamos para as Nações Unidas como uma instância de recurso”, diz ex-primeiro-ministro da Guiné-Bissau

Antigo secretário executivo da Cplp disse ter conversado com Estados-membros do bloco em Nova Iorque; representante disse que decisão da Cedeao na recente cimeira de Abuja não pretende premiar uns e punir outros.

Exclusiva: ex-primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Domingos Simões Pereira

Domingos Simões Pereira esteve em Nova Iorque onde também conversou sobre a crise institucional no país  na ONU; ex-secretário da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, fala da tentativa de se resolver a crise na Assembleia Nacional  do país.

Guiné-Bissau: partido vencedor das legislativas propõe nome do primeiro-ministro

Antigo primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira é o nome proposto ao presidente guineense; chefe de Estado tem cinco dias para nomear e marcar presidenciais; Escritório da ONU defende mudança da imagem negativa do país.*

Guiné-Bissau: figuras independentes vão compor pacto sobre estabilidade

Texto final deve ser resultado de consultas e jornadas de reflexão que terminaram esta quinta-feira; evento de dois dias juntou políticos, militares e representantes da sociedade civil na capital guineense.

Amatijane Candé, da Rádio ONU em Bissau. 

Áudio -

Guiné-Bissau: figuras independentes vão compor pacto sobre estabilidade

Enviado da ONU reage ao novo impasse político na Guiné-Bissau

Miguel Trovoada apela ao respeito da lei após nomeação do novo chefe do governo ter sido declarada inconstitucional; declaração do representante do secretário-geral teve lugar num encontro com jornalistas em Bissau.

Amatijane Candé, da Rádio ONU em Bissau.

Áudio -

Enviado da ONU reage ao novo impasse político na Guiné-Bissau