Direitos Humanos

Relator volta a pedir fechamento de Guantánamo
BR

Relator especial da ONU, Martin Scheinin, afirma que o próximo governo dos EUA deve tomar providências necessárias para fechar prisão.

Mercado não garante moradia a todos, diz relatora da ONU
BR

Professora brasileira, Raquel Rolnik, diz na Assembléia Geral que casa não é mercadoria e pede pacote para socorrer milhões que foram despejados por crise hipotecária.

Conferência em Nairobi discute justiça e direitos humanos

Representantes de 71 países estão reunidos na capital do Quénia para avaliar situação dos direitos humanos de presos.

Ban publica relatório sobre direitos humanos no Irão

Secretário-Geral (foto) demonstra preocupação com direitos das mulheres e minorias, execuções de jovens e apedrejamentos.

Refugiados urbanos buscam assistência no Burundi (Português para África)

Agência para refugiados da ONU informa que inflação e escassez de trabalho levaram centenas de pessoas a sair da capital do país para se abrigarem em campos de refugiados, onde recebem assistência.

Iraquianos são os que mais procuram asilo (Português para o Brasil)

Relatório do Acnur, revelou que quase 20 mil iraquianos pediram abrigo em países industrializados no primeiro semestre deste ano.

Pobreza extrema atinge 1,4 bilhão de pessoas

Campanha de acção global, “Levante-se e Faça a Sua Parte”, lançada nesta sexta-feira coincide com o Dia Internacional de Erradicação da Pobreza.

Entrevista: Ivanka Corti

Ex-presidente da Comissão para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher fala sobre conquistas e desafios na campanha de combate à violência feminina.

Centenas de bolivianos fogem para o Brasil, diz Acnur (Português para o Brasil)

Agência da ONU para Refugiados afirma que 600 pessoas teriam cruzado a fronteira com o Acre para escapar da instabilidade política na Bolívia.

Acnur lança apelo para refugiados palestinos
BR

Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que mais de 1,2 mil pessoas são consideradas extremamente vulneráveis, por causa de doenças graves, da falta de tratamento médico ou do medo de perseguição caso retornem ao Iraque.