Filtrar por conteúdo:

diplomacia

Diplomacia preventiva deu resultado na crise da Gâmbia, diz coordenador

Toby Lanzer afirmou que o trabalho conjunto da ONU, da Cedeao e do chefe do Escritório da ONU para África Ocidental e a Região do Sahel foi bem-sucedido para resolver a crise política gambiana que surgiu após as eleições presidenciais.

Monica Grayley, da ONU News, Nova Iorque.*

O coordenador humanitário da ONU para a Região do Sahel elogiou o que chamou de diplomacia preventiva que resultou na solução da crise política na Gâmbia.

Ban elogia acordo de paz final na Colômbia e promete apoio ao país BR

Declaração foi feita pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, após o Governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, Farc, anunciarem assinatura do documento durante cerimônia em Havana.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, prometeu apoio contínuo do sistema das Nações Unidas ao governo colombiano e às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, Farc, na implementação do acordo de paz entre os dois lados.

Entrevista: Georges Chikoti

O ministro das Relações Exteriores de Angola falou dos passos da política externa do país, durante a sua presença em Nova Iorque.

Georges Chikoti presidiu uma reunião do Conselho de Segurança dedicada à estabilização da região africana dos Grandes Lagos. A sessão foi organizada pelo país como parte da liderança rotativa do órgão em março.

Nas Nações Unidas, o chefe da diplomacia angolana participou em vários encontros com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Ban diz que “diplomacia está finalmente fazendo a diferença na Síria” BR

Secretário-geral da ONU afirmou que violência diminuiu nas últimas duas semanas; país chega aos cinco anos de guerra com mais de 250 mil mortos e metade da população refugiada ou deslocada.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, marcou os cinco anos da guerra na Síria dizendo que a violência no país diminuiu nas últimas duas semanas devido a suspensão das hostilidades.

Em comunicado, Ban afirmou que “a diplomacia está finalmente fazendo a diferença na vida de longo sofrimento dos sírios”.