Dia Mundial Humanitário

Dia Mundial de Assistência Humanitária, brasileira em Moçambique e chefe do Acnur no Brasil
BR

Neste #DestaqueONUNews, as homenagens pelo Dia Mundial de Assistência Humanitária, brasileira conta sua experiência de ações em Moçambique após ciclones; E para encerrar, chefe do Acnur encerra visita ao Brasil com apelo para mais ajuda aos venezuelanos.

Mulheres que atuam em crises são homenageadas no Dia Mundial de Assistência Humanitária

ONU destaca papel feminino no apoio a civis na linha de frente; em média, 280 trabalhadores de auxílio sofrem ataques por ano; brasileiro Sérgio Vieira de Mello morreu há 16 anos num ataque em Bagdá, no Iraque.

ONU destaca proteção de trabalhadores humanitários 15 anos após ataque de Bagdá
BR

Carro-bomba que explodiu no Hotel Canal, onde ficava a sede da Missão da ONU no Iraque, matou 22 pessoas incluindo o brasileiro Sergio Vieira de Mello, chefe da Missão; Dia Mundial Humanitário é marcado em 19 de agosto para homenagear trabalhadores da área.

ONU marca Dia Mundial Humanitário com apelo em prol de civis em conflitos
BR

Operações ocorrem em 40 países; registos indicam que ocorreram mais de 200 grandes ataques contra as operações de ajuda  com 101 trabalhadores humanitários mortos.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

ONU marca Dia Mundial Humanitário com apelo em prol de civis em conflitos
BR

Clip: André Simões, sobrinho de Vieira de Mello, no Dia Mundial Humanitário

Afilhado de Sergio Vieira de Mello dedica homenagem ao tio e a todos os trabalhadores humanitários neste 19 de agosto; testemunho preparado com exclusividade para a ONU News.

Leia e ouça na íntegra a declaração de André Simões, sobrinho e afilhado de Sergio Vieira de Mello:

Áudio -

Clip: André Simões, sobrinho de Vieira de Mello, no Dia Mundial Humanitário

Especial: “Sergio não morre”, por André Simões, sobrinho de Vieira de Mello
BR

Afilhado de Sergio Vieira de Mello dedica homenagem ao tio e a todos os trabalhadores humanitários neste 19 de agosto; testemunho preparado com exclusividade para a ONU News.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -