Dia Internacional de Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina

ONGs querem prevenção da mutilação genital feminina em Moçambique

ONU Mulheres e entidades da sociedade civil chamam atenção para riscos no país; em causa estão usos e costumes de comunidades vindas de países onde a prática é uma realidade.

“A mutilação genital feminina é uma violação dos direitos humanos”
BR

Quem lembra é o secretário-geral da ONU, António Guterres, no Dia Internacional de Tolerância Zero à prática; 30 países ainda realizam a mutilação genital feminina; maioria das vítimas tem menos de cinco anos de idade.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

“A mutilação genital feminina é uma violação dos direitos humanos”
BR

200 milhões de mulheres foram submetidas à mutilação genital no mundo
BR

200 milhões de mulheres foram submetidas à mutilação genital no mundo
BR

Dados estão em pesquisa publicada nesta sexta-feira pelo Unicef; em grande parte dos países, a maioria foi submetida à prática antes dos cinco anos; este sábado, 6 de fevereiro, é o Dia Internacional de Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina.

Áudio -