desigualdade vacinal

Vídeo: desigualdade em vacinas pelo mundo atrasa fim da pandemia
BR

“Ninguém está seguro até que todos estejam seguros”. Alerta da ONU pede mais empenho para acelerar o ritmo da vacinação assegurando pelo menos 70% da população vacinada até 2022. As 10 maiores economias mundiais detêm maior taxa de imunização. Já países de baixa renda, especialmente os africanos, têm em média 0,8% de vacinação. ONU acredita que é possível alcançar a meta da Organização Mundial da Saúde de levar a vacina a todos com 11 bilhões de doses e ampliar a cobertura de imunização prevenindo o surgimento de novas variantes.

Países do G-20 receberam 15 vezes mais vacinas do que nações africanas
BR

Unicef chama a atenção para a desigualdade na distribuição do imunizante contra a Covid-19; maiores economias do mundo prometeram doar 1,3 bilhão de doses, mas apenas 194 milhões foram distribuídas por meio do sistema Covax.