desastres

Chefe da ONU pede maior cooperação internacional para combater desastres naturais
BR

13 de outubro é Dia Internacional da Redução do Risco de Desastres. António Guterres diz que situações só pioram sem uma boa gestão do risco. Novo relatório da ONU revela aumento "impressionante" de desastres nos últimos 20 anos.

Danos econômicos causados por terremotos e tsunamis aumentaram mais de 67% em 20 anos

Nações banhadas pelos oceanos Índico e Pacífico têm mais mortes e perdas; este 5 de novembro é o Dia Mundial da Conscientização sobre Tsunamis; em nível global, prejuízos atingiram  US$ 661,5 bilhões entre 1998 e 2017; terremotos e tsunamis causaram perdas de US$ 410,9 bilhões nos 20 anos anteriores.

Cerca de 104 milhões de crianças estão fora da escola devido a conflitos e desastres

Novo relatório afirma que um em cada cinco jovens entre os 15 e os 17 anos em países afetados por conflitos nunca estudou; situação deve afetar 1,3 bilhão de pessoas entre os 10 e os 19 anos em 2030. 

Reduzir risco de desastres vital para desenvolvimento sustentável
BR

Avaliação é de representante do secretário-geral sobre o tema, Robert Glasser; nos últimos 20 anos, mais de 1,3 milhão morreram em desastres; este 13 de outubro, marca o Dia Internacional para Redução do Risco de Desastres.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Reduzir risco de desastres vital para desenvolvimento sustentável
BR

Guterres diz que risco nuclear é a crise mais perigosa do mundo atualmente
BR

Duas semanas antes da chegada de líderes internacionais à ONU para os debates da Assembleia Geral, chefe das Nações Unidas destaca três temas urgentes: Coreia do Norte, Mianmar e mudança climática.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Guterres diz que risco nuclear é a crise mais perigosa do mundo atualmente
BR

Unicef : “falta de fundos ameaça acesso à educação de milhões de crianças”

Nova embaixadora da Boa Vontade da agência leva recado a membros do G20 em Hamburgo; secretário-geral das Nações Unidas participa no evento; Unicef quer beneficiar 9,2 milhões de crianças afetadas por crises humanitárias.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Unicef : “falta de fundos ameaça acesso à educação de milhões de crianças”

Unicef: 535 milhões de crianças vivem em áreas de conflito ou desastres
BR

Relatório da agência da ONU afirma que esses menores de idade não têm acesso a cuidados médicos, educação de qualidade, nutrição apropriada nem proteção.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -