Cuidados de saúde

Progresso para alcançar desenvolvimento sustentável está seriamente afetado
BR

Metade da população mundial não tem acesso à educação e a cuidados de saúde; mulheres enfrentam discriminação e o número de pessoas com fome aumenta no mundo, diz secretário-geral da ONU, António Guterres, em artigo de opinião para o jornal Financial Times.

Líderes mundiais adotam Declaração Política de Alto Nível sobre cobertura universal de saúde
BR

Documento é o acordo mais abrangente já alcançado sobre saúde; metade da população mundial não tem acesso a serviços de qualidade; com atuais taxas de progresso, até 5 bilhões de pessoas perderão os cuidados de saúde até 2030.

20 milhões de crianças não foram vacinadas contra o sarampo, a difteria e o tétano em 2018
BR

Agências das Nações Unidas alertam para uma estagnação perigosa das taxas globais de vacinação; causas principais são conflitos, desigualdade e complacência; novos dados incluem vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano.

Energia solar promove acesso a cuidados de saúde universais  

Parceria do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento com países em desenvolvimento instala painéis solares em hospitais e centros de saúde; iniciativa aumenta acesso e qualidade dos cuidados de saúde.   

Quase 30 milhões de bebês doentes ou prematuros precisam de tratamento por ano

Novo relatório afirma que podem ser salvos 2,9 milhões de mulheres, natimortos e recém-nascidos em 81 países até 2030; no ano passado, morreram cerca de 2,5 milhões de recém-nascidos; quase dois terços dessas mortes foram de bebês prematuros. 

Destaque ONU News - 12 de dezembro de 2018

Neste #DestaqueONUNews, Conferência sobre Mudança Climática, COP 24, entra na reta final; custo com cuidados de saúde criam 100 milhões de pobres por ano; e para encerrar, conheça uma iniciativa sustentável que está utilizando a couro de peixe para produzir roupas. 

ONU critica Irã pelo tratamento de prisioneiros políticos
BR

ONU critica Irã pelo tratamento de prisioneiros políticos
BR

Grupo de relatores especiais de Direitos Humanos alertou que vários detidos correm risco de morte por falta de tratamento médico; entre eles estão advogados, ativistas e defensores dos direitos humanos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

OMS preocupada com morte de 120 profissionais de saúde por ébola

OMS preocupada com morte de 120 profissionais de saúde por ébola

Mais de 240 funcionários do setor morreram em países como Guiné Conacri, Libéria, Nigéria e Serra Leoa; fragilidades incluem equipamentos e turnos diários de mais de 12 horas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -