crise humanitária

Agência da ONU para refugiados reforça resposta à crise humanitária na Líbia

Chefe do Acnur, Filippo Grandi, visitou centros de detenção em Trípoli e se disse “chocado com as difíceis condições em que refugiados e migrantes são mantidos”; cerca de 300 mil líbios foram desalojados pelo conflito em curso.

Áudio -

Agência da ONU para refugiados reforça resposta à crise humanitária na Líbia