crescimento

FMI recomenda menos restrições ao crescimento e mais empregos na África do Sul

Análise da instituição aponta para uma fraca expansão da economia se não forem implementadas reformas estruturais; com novas autoridades, especialistas destacam oportunidade para reduzir custo de fazer negócios.

Economia do Brasil pode crescer 2% em 2019, revela relatório regional
BR

Média da expansão na América Latina e o Caribe será de 1,7%; Cepal prevê maior crescimento entre os países para ilha de Dominica, com 9%; projeções para Venezuela, Nicarágua e Argentina apontam para contração no próximo ano.

Economia global deverá crescer 3,1%, segundo Banco Mundial
BR

Novo estudo também prevê expansão para América Latina e Caribe, mas alerta que tendência pode ser de curto prazo.

Mariana Ceratti, de Brasília para a ONU News*

Áudio -

Economia global deverá crescer 3,1%, segundo Banco Mundial
BR

Novo estudo também prevê expansão para América Latina e Caribe, mas alerta que tendência pode ser de curto prazo.

Turismo internacional cresceu 7% com mais de 1,1 bilhão de viajantes
BR

Turismo internacional cresceu 7% com mais de 1,1 bilhão de viajantes
BR

Número foi alcançado somente nos primeiros 10 meses do ano; turistas do Brasil gastaram mais um terço nas visitas internacionais; Europa e África tiveram crescimento mais rápido no setor.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Economia mundial teve em 2017 maior crescimento em seis anos
BR

Relatório da ONU revela que economia se expandiu cerca de 3% este ano; estudo destaca momento de oportunidade para definir políticas a longo prazo; riscos incluem condições de liquidez globais e retirada brusca de capital.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Economia mundial teve em 2017 maior crescimento em seis anos
BR

Banco Mundial anuncia crescimento para América Latina em 2017 e 2018
BR

Banco Mundial anuncia crescimento para América Latina em 2017 e 2018
BR

Em novo relatório, instituição estimula adoção de medidas contracíclicas, de modo a formar reservas para tempos de crise; no próximo ano, crescimento deve ser de 2,3%.

Mariana Ceratti, de Washington, para a ONU News*

Áudio -