Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento

Mundo pode perder até US$ 33 bilhões em exportações de commodities para China
BR

Estimativa consta de estudo da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, e representa queda de 46% nas projeções para 2020; alguns produtos como soja, cobre e madeira podem resistir à crise global gerada pela Covid-19.

Pandemia causa queda no comércio global
BR

Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, revela redução de 3% no primeiro trimestre do ano; preço das commodities cai 20% em março, puxado por queda do petróleo. 

Territórios palestinos têm gás e petróleo que podem gerar centenas de bilhões de dólares
BR

Para Unctad, novas descobertas dão oportunidade de distribuir e compartilhar cerca de US$ 524 bilhões na região; pesquisa recomenda estudos mais detalhados sobre direito dos palestinos aos seus recursos naturais.

Unctad cita “grande oportunidade” para novas tecnologias em países lusófonos
BR

Especialista da agência destaca que deve ser aproveitada a experiência acumulada por Brasil e Portugal; uma em cada seis pessoas está conectada à internet em países como Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Unctad cita “grande oportunidade” para novas tecnologias em países lusófonos
BR

O espaço da lusofonia oferece grande oportunidade de expansão de novas tecnologias, segundo o chefe da Seção dos Países Menos Avançados na Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad.

Entrevista: lusófonos devem sair dos Países Menos Avançados

Entrevista: lusófonos devem sair dos Países Menos Avançados

Angola, Timor-Leste, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial podem deixar o grupo dos Países Menos Avançados até 2021.

A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, revela que Moçambique e Guiné-Bissau continuarão no grupo.

Áudio -

Unctad: robôs ameaçam empregos, mas podem trazer oportunidades
BR

Unctad: robôs ameaçam empregos, mas podem trazer oportunidades
BR

Em publicação sobre as máquinas e a industrialização de países em desenvolvimento, agência da ONU aposta que a China deve ultrapassar o Japão como o maior operador mundial de robôs.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

Áudio -

Países de África são os que mais pagam pelo transporte marítimo global