comandante

Beirute, um ano depois: memórias e lições aprendidas com a explosão no porto
BR

Em 4 de agosto de 2020, um depósito que armazenava nitrato de amônio explodiu no porto da capital do Líbano, causando a destruição do local e arredores. Mais de 200 pessoas morreram. O então comandante marítimo da Força Interina das Nações Unidas no Líbano, Unifil, faz um depoimento em primeira pessoa sobre o acidente. O contra-almirante Sérgio Salgueirinho, da Marinha do Brasil, lembra da ajuda às vítimas e da solidariedade em um dia trágico.*

Garantir eleições pacíficas é prioridade do novo comandante no Haiti
BR

Genebral brasileiro acabar de tomar posse como chefe das tropas da Missão de Estabilização da ONU no Haiti, Minustah; Ajax Porto Pinheiro fala também sobre a retirada gradual dos soldados de paz das Nações Unidas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Garantir eleições pacíficas é prioridade do novo comandante no Haiti
BR