ciências

Especialista em memória ganha prêmio da Unesco

Ivan Antonio Izquierdo é coordenador do Centro de Memória do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul, que pertence à Pontifícia Universidade Católica, PUC-RS.  Ele foi um dos três vencedores do  Prêmio Internacional Unesco-Guiné Equatorial para Pesquisa em Ciências da Vida. A entrega aconteceu na semana passada no país africano. 

Secretário-geral pede acesso igualitário das garotas à área das ciências
BR

No Dia Internacional das Mulheres e das Meninas nas Ciências, António Guterres afirma que estereótipos estão errados; ele defende que todas as mulheres e garotas possam estudar ciências, tecnologia e engenharia sem sofrer preconceito.

Áudio -

Secretário-geral pede acesso igualitário das garotas à área das ciências
BR

Pesquisas africanas em ciências e matemática dobraram em 10 anos

Apesar do avanço, Banco Mundial ressalta necessidade de mais profissionais do setor; pesquisa em ciência, tecnologia, engenharia e matemática representa apenas 29% dos estudos feitos no continente.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

Pesquisas africanas em ciências e matemática dobraram em 10 anos

Cabo Verde recebe estudantes de doutoramento em projeto da Unesco

Iniciativa do Centro Internacional de Lisboa foi lançada por Portugal este fim de semana; ministro português da Educação e Ciência diz que projeto irá promover o ensino das ciências básicas nos países lusófonos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.* 

Áudio -

Cabo Verde recebe estudantes de doutoramento em projeto da Unesco

Ciência e Tecnologia com menos mulheres, diz OIT

A Organização Internacional do Trabalho revela que as causas são a discriminação e o comportamento das sociedades; mulheres participam mais nas áreas de ciências humanas e sociais

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

Ciência e Tecnologia com menos mulheres, diz OIT

OIT: mulheres estão ficando para trás nas áreas de ciência e tecnologia
BR

Estudo da Organização Internacional do Trabalho mostrou que as principais causas são comportamento das sociedades e discriminação; participação feminina é maior em ciências humanas e sociais.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -