cereais

Preço dos alimentos subiu 1,7% em um mês

FAO revela que alta foi impulsionada pelo custo dos laticínios; baixa produção e aumento do custo da gasolina no Brasil tiveram impacto no aumento dos custos do açúcar; produção mundial de cereais deve atingir 2,609 bilhões de toneladas.

FAO investe para multiplicar rede de produtores em Moçambique

Agência investe no intercâmbio entre agricultores para produção de cereais, fruteiras, leguminosas e hortícolas; iniciativa Escola na Machamba  do Camponês junta dezenas de pequenos produtores na província central de Manica.

FAO diz que 37 países precisam de ajuda alimentar

Conflitos e condições meteorológicas prejudicam segurança alimentar, sobretudo nos países da África Oriental; Moçambique é a única nação lusófona na lista.

Produtos lácteos e cereais puxam alta do preço dos alimentos em fevereiro
BR

Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, divulgou o índice global, que atingiu 170.8 pontos no mês passado, 1,1% a mais que em janeiro; clima desfavorável afetou produção de trigo nos EUA e de milho na Argentina.

FAO: Preços dos alimentos continuaram estáveis em janeiro

Agência destaca que aumento do custo de cereais e oleaginosas foi compensado por descida de preços de laticínios e do açúcar; previsões indicam colheita recorde de cereais.

Preços dos alimentos baixaram 1,3% em outubro
BR

Preços dos alimentos baixaram 1,3% em outubro
BR

Categoria dos cereais contrariou tendência de queda dos custos de todos os outros grupos de produtos alimentares; queda do real brasileiro influencia baixa de preços do açúcar.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

FAO prevê produção recorde de cereais em 2017
BR

Agência destaca que Brasil pode impulsionar ganhos na produção; Angola não teve grande baixa no número de pessoas em situação de insegurança alimentar; Moçambique com menos 1,7 milhão de pessoas na situação; produção trimestral sofreu na Guiné-Bissau e Cabo Verde. 

Áudio -

FAO prevê produção recorde de cereais em 2017
BR

Previsões de melhores colheitas provocam queda em preço dos alimentos
BR

Índice da FAO revela baixa de 1,3% em agosto; custo dos cereais caiu mais de 5%; Brasil poderá aumentar produção de trigo e milho.