Cedeao

Exclusiva: Ramos Horta deixa a Guiné-Bissau – Parte 1

O antigo presidente de Timor-Leste e Prémio Nobel da Paz representou durante um ano e meio o secretário-geral da ONU na Guiné-Bissau. Nesta segunda-feira, 30 de junho, José Ramos Horta deixa o cargo.

Áudio -

Exclusiva: Ramos Horta deixa a Guiné-Bissau – Parte 1

ONU deve levantar sanções contra militares guineenses, diz Ramos Horta

Presidente do Conselho de Segurança contactado pelo representante do secretário-geral na Guiné-Bissau; entre os argumentos apresentados para suspender a proibição de viagens é a contribuição para a estabilização.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

ONU deve levantar sanções contra militares guineenses, diz Ramos Horta

ONU: eleições na Guiné-Bissau devem inaugurar novo capítulo

País está na segunda semana da campanha para as presidenciais e legislativas de 13 de abril; comissão para a Consolidação da Paz considera eleições primeiro passo para estabilizar o país lusófono.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

ONU: eleições na Guiné-Bissau devem inaugurar novo capítulo

Conselho de Segurança quer envio de mais capacetes azuis para o Mali

Órgão alerta para reorganização de terroristas e outros grupos armados no país; Estados-membros pediram apoio para a Missão Multidimensional Integrada de Estabilização no Mali, Minusma.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

Conselho de Segurança quer envio de mais capacetes azuis para o Mali

Ban fala de momento crítico de compromisso da ONU com a Guiné-Bissau

Secretário-Geral diz que ocorrem ações no país e na região com vista a resolver impasse político; declarações foram feitas numa sessão que abordou a prevenção de conflitos no continente africano.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -