Cedaw

Comité da ONU recomenda que Cabo Verde priorize avanço da igualdade de género

Em 2018,  todos os casos de feminicídio envolviam mulheres que deixaram seus parceiros; especialistas estão preocupados com uniões de facto que chegam a envolver meninas com 12 anos de idade.

Mulheres foram vítimas de 83% dos casos de violência baseada no género em Angola

Denúncias contra homens perfazem 17% em 2018; governo angolano apresentou avanços em áreas como apoio às vítimas, proteção de meninas e registos de nascimento no Comité da ONU para Eliminação da Discriminação Mulher.

Comité da ONU avalia realidade dos direitos das mulheres em Angola

Cedaw analisa implementação da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres; entidade das Nações Unidas pede informações das autoridades sobre medidas tomadas para lei antidiscriminação.