casos

OMS diz que casos de covid-19 podem subir, mas estão “sob controle” em Moçambique
BR

Representante da agência no país diz que parceiros apoiam combate à pandemia; compra de equipamento e consumíveis deve rondar US$ 30 milhões; Para Djamila Cabral, atraso da chegada da doença ajudou processo de preparação.*

OMS diz que existe “ameaça muito real” de pandemia do novo coronavírus
BR

Chefe da agência da Organização Mundial da Saúde acredita que covid-19 ainda pode ser controlada; pelo menos 109.578 casos foram confirmados em 104 países até esta segunda-feira; diretor-geral Tedros Gebhreyesus aponta “sinais encorajadores” de solidariedade global no combate ao surto.

OMS confirma mais de 100 mil infetados pelo covid-19
BR

Agência pede mais prevenção no que define como “momento sombrio”; doença provocou mais de 3,5 mil mortes; vírus já chegou a 92 países e territórios;  pedido de mais proteção é feito governos, cidadãos e líderes.

Brasil está na lista dos países com mais casos de sarampo, em subida global de 300%

 OMS e Unicef consideram haver uma “crise global”; Brasil é o quarto país com o maior número de casos entre setembro de 2018 e fevereiro de 2019; em 2017, o país tinha zero casos relatados da doença.

Programa da ONU encorajado com anúncio de cura de paciente com HIV

Homem que vivia com o vírus em Londres parece estar livre da doença há 18 meses; Nações Unidas estimam que 37 milhões de pessoas viviam com este vírus em 2017; no mesmo ano, cerca de 1,8 milhões de novos casos foram registados.

OMS declara fim do surto de ébola iniciado em maio na RD Congo

OMS declara fim do surto de ébola iniciado em maio na RD Congo

Quatro pessoas perderam a vida devido à ocorrência do vírus registada a 11 de maio; último paciente testou negativo para a doença na província ocidental de Bas-Uélé.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Vírus do ébola pode continuar no sémen de sobreviventes até nove meses

Vírus do ébola pode continuar no sémen de sobreviventes até nove meses

Estudo recomenda que seja prevenida a exposição ao vírus em parceiros de homens que tiverem ficado doentes; sobreviventes devem abster-se de relações sexuais ou praticar sexo seguro até testarem negativo por duas vezes.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -