casamento forçado

Unicef: “mundo falhou em proteger as crianças em 2018”
BR

Agência destaca abusos ocorridos em vários conflitos, incluindo a pobreza extrema; comunicado ressalta que atrocidades acontecem de forma quase impune e situação está piorando.

Unicef saúda liberação de 82 meninas sequestradas em Chibok, na Nigéria
BR

Agência da ONU afirmou que está pronta para apoiar esforços de identificação e para realizar exames de saúde; em 2014, 276 alunas foram sequestradas pelo grupo terrorista Boko Haram, mais de 100 continuam em cativeiro.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Unicef saúda liberação de 82 meninas sequestradas em Chibok, na Nigéria
BR

Após ser obrigada a casar aos nove anos de idade, iemenita recomeça a vida
BR

Shukria é mãe de 10 filhos e perdeu sua casa após marido pedir o divórcio; hoje com 55 anos, ela está no segundo ano da universidade, graças à ajuda do Fundo de População das Nações Unidas.

Leda Letra, da ONU News em Nova York. 

Áudio -

Após ser obrigada a casar aos nove anos de idade, iemenita recomeça a vida
BR

Crianças representam mais de 60% de vítimas de tráfico na África Subsaariana

Moçambique, Cabo Verde e Guiné-Bissau constam em relatório sobre comércio de seres humanos  a nível global; documento foi lançado esta quarta-feira pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime, Unodc.

Laura Gelbert, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Crianças representam mais de 60% de vítimas de tráfico na África Subsaariana

Mundo “não pode mais pagar o preço” da violência às mulheres
BR

Afirmação do secretário-geral da ONU fala em epidemia de saúde pública, além de ser uma violação dos direitos humanos; 25 de novembro é Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Mundo “não pode mais pagar o preço” da violência às mulheres
BR

Na Síria, menina de 12 anos pede divórcio após casamento com homem de 30
BR

Segundo o Unfpa, prática do casamento infantil cresceu desde o início do conflito há três anos; agência diz que criança relatava abusos constantes desde a união.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -