carreira

Lusófonos na ONU: Cristina Amaral

Lusófonos na ONU: Cristina Amaral

A chefe das Operações de Emergência do Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, nasceu em Lisboa, mas foi criada em Maputo. Por isso, Cristina Amaral se considera “uma portuguesa de raízes moçambicanas”.

Áudio -