Camarões

Unicef apoia programa de aulas pelo rádio para crianças em Camarões
BR

Agência da ONU participa de iniciativa, que vai durar nove meses, para cobrir falta de aula causada pela violência no noroeste e sudoeste do país africano; Unicef afirma que todos os lados do conflito têm de proteger os alunos e seu direito de estudarem;

Violência impede 1,9 milhão de crianças de ir à escola na África Ocidental e Central
BR

Unicef pede que parem os ataques deliberados e ameaças contra setor de educação; áreas do noroeste e sudoeste de Camarões fecham 4,4 mil escolas por causa da insegurança; agência da ONU quer financiamento flexível para apoiar essas áreas por vários anos.

Mais de 80% das escolas fecharam devido à crise em Camarões

Segundo Unicef, cerca de 600 mil crianças estão sem acesso à educação; milhares de pessoas carecem de serviços básicos como saúde e água potável; meios de subsistência foram destruídos por causa da violência armada.

Unicef quer libertação imediata de crianças raptadas nos Camarões

Grupo faz parte de pessoas sequestradas em colégio interno da cidade de Bamenda na segunda-feira; agência da ONU expressa preocupação com escalada do conflito no noroeste e sudoeste do país da África Ocidental.

Doadores prometem US$ 2,17 bilhões para região do Lago Chade

Conferência de dois dias terminou em Berlim com anúncio de apoio; mais de 2,4 milhões de pessoas estão deslocadas e cerca de 10 milhões precisam de assistência humanitária e de proteção.

Chefe de direitos humanos alarmado com relatos de graves violações nos Camarões
BR

ONU acredita que mais de 21 mil pessoas fugiram para os países vizinhos e 160 mil estão deslocadas internamente; governo camaronês não concedeu acesso a Escritório das Nações Unidas para investigar denúncias.

África planeja censos populacionais pela internet a partir de 2020

Proposta foi defendida em encontro com mais de 40 especialistas em Yaoundé, capital dos Camarões; projeto vai contar com Divisão de Estatísticas das Nações Unidas.

Ajuda a refugiados que fogem do Boko Haram custa US$ 157 milhões

Acnur lidera Plano Regional de Resposta aos Refugiados da Nigéria de 2018; meta das agências humanitárias é cobrir necessidades de mais de 200 mil refugiados nigerianos e 75 mil pessoas em comunidades anfitriãs.

Áudio -

Ajuda a refugiados que fogem do Boko Haram custa US$ 157 milhões

Acnur lidera Plano Regional de Resposta aos Refugiados da Nigéria de 2018; meta das agências humanitárias é cobrir necessidades de mais de 200 mil refugiados nigerianos e 75 mil pessoas em comunidades anfitriãs.

Mulheres e crianças são 80% dos que fogem de áreas anglófonas nos Camarões
BR

Cerca de 10 mil refugiados já foram registrados na Nigéria; camaroneses tentam escapar de confrontos que ocorrem nas áreas do país onde se fala inglês; Acnur muito preocupado, especialmente com menores que chegam desacompanhados.

Áudio -