Boutros Boutros-Ghali

ONU presta homenagem a Boutros Boutros-Ghali
BR

Ex-secretário-geral morreu em 16 de fevereiro, aos 93 anos; egípcio ocupou o mais alto posto das Nações Unidas, em 1992; na Assembleia Geral, atual chefe da ONU, Ban Ki-moon, declarou que Boutros-Ghali teve a “sorte e o infortúnio de servir como o 1º secretário-geral após a guerra fria”.

Áudio -

ONU presta homenagem a Boutros Boutros-Ghali
BR

Clip: Para Miguel Trovoada, Boutros-Ghali "marcou a história do seu tempo"

Na sede das Nações Unidas, o representante especial do secretário-geral na Guiné-Bissau, Miguel Trovoada, falou à Rádio ONU sobre Boutros Boutros-Ghali.

Áudio -

Clip: Para Miguel Trovoada, Boutros-Ghali "marcou a história do seu tempo"

ONU destaca liderança de Boutros Boutros-Ghali no rescaldo da guerra fria

Ban Ki-moon realça contributo do antigo secretário-geral para o desenvolvimento e a democratização; Joaquim Chissano lembra envio de soldados da paz após guerra civil em Moçambique.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

ONU destaca liderança de Boutros Boutros-Ghali no rescaldo da guerra fria

Entrevista: Chissano presta tributo à "alma africana" de Boutros-Ghali

O antigo presidente de Moçambique reagiu à morte do ex-secretário-geral da ONU Boutros Boutros-Ghali, afirmando que com toda a neutralidade necessária este "não deixou de ter a sua alma africana" enquanto ocupava o cargo.

Áudio -

Entrevista: Chissano presta tributo à "alma africana" de Boutros-Ghali

Morre o ex-secretário-geral da ONU Boutros Boutros-Ghali
BR

Ele chefiou a organização entre janeiro de 1992 a dezembro de 1996; Conselho de Segurança realizou um minuto de silêncio em homenagem a Boutros-Ghali antes do início da sessão.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Morre o ex-secretário-geral da ONU Boutros Boutros-Ghali
BR