boina azul

Brasileira que ganhou prêmio da ONU treinará integrantes de tropas internacionais
BR

Ex-boina azul foi reconhecida por promover igualdade de gênero em missões de paz das Nações Unidas; com a experiência, ela percorre o mundo em eventos dentro e fora da organização.

Major Sérgio Carrera, primeiro policial militar do Brasil a trabalhar na sede da ONU

O policial militar ocupa o cargo de Gerente de Missão e é membro da Equipe de Crimes Transnacionais e Organizados, na Divisão Policial do Escritório de Estado de Direito e Instituições de Segurança do Departamento de Operações de Paz da ONU. O boina-azul é o primeiro policial militar brasileiro a trabalhar na sede da ONU, em Nova Iorque.

ESPECIAL: Boina-azul do Maláui recebe homenagem póstuma pelo valor excepcional servindo à ONU

Soldado Chancy Chitete é lembrado por família e sobrevivente do combate fatídico que valeu o reconhecimento; secretário-geral cita razões para se ter orgulho das tropas de paz ao entregar a Medalha Capitão Mbaye Diagne para Coragem Excepcional.

Brasileira vence Prêmio de Defensora Militar do Gênero das Nações Unidas
BR

Márcia Andrade Braga tem título de capitão de corveta e serve na Missão da ONU na República Centro-Africana; organização elogia “excelente exemplo” de atuação feminina na manutenção da paz.

Sul-africana, boina-azul da ONU na RD Congo, ganha prêmio sobre gênero
BR

Aumenta para quatro número de boinas-azuis mortos Rep. Centro-Africana
BR

Militar brasileiro que morreu no Haiti receberá medalha de paz da ONU
BR

Ataque no Mali mata soldado de paz da ONU
BR

Conselho de Segurança condena morte de boina azul na Rep. Centro-Africana

Ataque mata cinco soldados da paz em dia de celebração no Mali
BR