Barack Obama

Em entrevista à ONU News, Jesse Jackson lembra assassinato de Martin Luther King

Defensor de direitos humanos fazia parte do grupo que acompanhava King no hotel Lorraine, em Memphis, Tennessee, onde o reverendo foi baleado e morto em 4 de abril de 1968; secretário-geral da ONU diz que ele é um dos gigantes morais do século 20 e que até hoje inspira os que seguem sofrendo pelo direito e dignidade humanos em face à opressão.