ataque

Chefe do Acnur diz que ataque no Sri Lanka “não pode dividir” as pessoas

Número de vítimas de atentados subiu para 359 mortes e mais de 500 feridos; alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados lembrou como o país ofereceu proteção a pessoas deslocadas no passado.