ataque

Guterres condena fortemente ataque a hospital em Cabul
BR

Pelo menos 24 pessoas morreram na ala de maternidade incluindo mulheres e crianças; chefe da ONU preocupado com escalada da violência no Afeganistão.