assistência

Cerca de 130 mil pessoas já deixaram Ghouta Oriental na Síria

ONU diz que necessidades humanitárias continuam a ser muito altas; organização considera obrigatório que civis possam regressar assim que possível.

Conselheiro especial espera consensos em Astana para envio de ajuda aos sírios

ONU quer que diálogo priorize apoio a milhares de pessoas em áreas sitiadas; expectativa é que encontros impulsionem ação humanitária no país que entra no sétimo ano do conflito.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Conselheiro especial espera consensos em Astana para envio de ajuda aos sírios

ONU quer que diálogo priorize apoio a milhares de pessoas em áreas sitiadas; expectativa é que encontros impulsionem ação humanitária no país que entra no sétimo ano do conflito.

Agências das Nações Unidas apelam por fim imediato do bloqueio no Iêmen
BR

Em comunicado conjunto, OMS, PMA e Unicef afirmaram que mais de 20 milhões de pessoas precisam de ajuda imediata; deste total, 11 milhões são crianças.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Agências das Nações Unidas apelam por fim imediato do bloqueio no Iêmen
BR

Ocha preocupada com encerramento de portos aéreos e marítimos do Iémen

Voos humanitários de e com destino ao país estão interrompidos; medida segue-se a informações sobre morte de um príncipe e sete funcionários sauditas em acidente aéreo.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Ocha preocupada com encerramento de portos aéreos e marítimos do Iémen

Unicef diz que inverno pode ameaçar 1,5 milhão de crianças no Oriente Médio
BR

Agência da ONU pretende fornecer kits de roupas de inverno para mais de 800 mil crianças em toda a região; falta de fundos dificulta a assistência.

Denise Costa da ONU News, em Nova Iorque.

Áudio -

Unicef diz que inverno pode ameaçar 1,5 milhão de crianças no Oriente Médio
BR

Mais de 100 crianças mortas em deslizamentos de terra em Serra Leoa
BR

Unicef está trabalhando no terreno para prestar assistência a famílias que precisam; mais de 600 pessoas continuam desaparecidas e mais de 3 mil perderam suas casas.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -