assassinato

Acnur lamenta assassinato de líder de refugiados da Somália

O Alto Comissário da ONU para Refugiados classificou morte de “trágica”; líder vivia no maior campo de refugiados do mundo e era peça fundamental para manutenção da segurança no campo.

Áudio -

Acnur lamenta assassinato de líder de refugiados da Somália

Acnur lamenta “morte trágica” de líder de refugiados da Somália
BR

Vítima foi baleada, várias vezes, e morreu 24 horas depois enquanto era transferida para um hospital na capital do Quênia.

[caption id="attachment_206287" align="alignleft" width="350" caption="Campo de Dadaab"]

Áudio -

Acnur lamenta “morte trágica” de líder de refugiados da Somália
BR

PMA condena ataque que matou dois funcionários na Somália
BR

Um terceiro agente humanitário que trabalhava para a ONG parceria, Doyale, também perdeu a vida no atentado.

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova York.*

Áudio -

PMA condena ataque que matou dois funcionários na Somália
BR

Unesco quer que Rússia investigue assassinato de jornalista no Daguestão
BR

Khadzhimurad Kamalov foi morto a tiros no último dia 15 quando saía da redação; é o mais recente caso de uma série de ataques a jornalistas, advogados e defensores dos direitos humanos na Rússia.

Áudio -

Unesco quer que Rússia investigue assassinato de jornalista no Daguestão
BR

Unesco lamenta assassinato de mediadora do AfroReggae no Rio de Janeiro
BR

Tânia Cristina Moreira foi morta após ter sido sequestrada em 10 de novembro em Vigário Geral; nota da agência lembra trabalho da vítima e seu “papel de paz”.

Áudio -

Unesco lamenta assassinato de mediadora do AfroReggae no Rio de Janeiro
BR