asilo

560 mil pessoas entraram em países da Ocde com autorizações não humanitárias

Pesquisa analisa número de chegadas dos principais pontos de origem através de autorizações familiares, de trabalho e de estudo em oito anos; Acnur considera que esse tipo de entrada facilita acesso seguro e legal de refugiados.