António Guterres

Em evento de doadores, ONU realça apelo de cessar-fogo imediato no Afeganistão 
BR

Secretário-geral diz que paz permitirá retorno seguro, ordenado e digno de milhões de afegãos;  Acnur alerta para consequências desastrosas de falta de empenho internacional; Unicef destaca crises de violência, educação e fome. 

Guterres alerta para “perigo da fome” se não houver apoio humanitário para o Iêmen 
BR

Maior crise humanitária do mundo sofre impacto da redução de fundos, falta de doações, crise na economia e cinco anos de conflito; secretário-geral quer ação internacional urgente para evitar uma catástrofe de grande repercussão. 

Em reunião sobre Covid-19 e financiamento, Guterres ressalta relevância do setor bancário 
BR

Chefe das Nações Unidas enviou mensagem de vídeo à Cúpula sobre Financiamento Comum às margens do Fórum da Paz de Paris; ele acredita que resposta aos desafios atuais exigirá “mobilização sem precedentes” de todos. 

ONU quer ação coordenada contra impunidade em crimes contra jornalistas
BR

Unesco diz que 67 profissionais de imprensa foram assassinados no último ano em países com conflitos armados; deste total 23 faziam reportagens sobre as guerras; jornalistas nessas áreas também sofrem ameaças, violência, detenção arbitrária, recusa de vistos e restrição de movimentos.

ONU felicita povo dos Estados Unidos, presidente e vice-presidente eleitos em votação de 3 de novembro 
BR

Porta-voz de António Guterres divulgou nota elogiando o “exercício vibrante” da democracia no país anfitrião das Nações Unidas, em Nova Iorque; secretário-geral também comentou chegada da primeira mulher à Vice-Presidência do país.

Chefe da ONU diz que Líbia pode construir futuro de esperança e dignidade
BR

Em mensagem de vídeo, secretário-geral António Guterres fala a participantes do Fórum para o Diálogo Político Líbio, que ocorre nesta segunda-feira, com o apoio da Tunísia e da Missão da ONU na Líbia.

ONU: eleições pacíficas em Mianmar são chance para desenvolvimento inclusivo
BR

Em nota, secretário-geral informou que acompanhará realização do pleito neste 8 de novembro; António Guterres espera que eleições gerais, pacíficas, ordeiras e críveis possam abrir caminho para o retorno de refugiados de forma segura e digna.