Angola

Quarta de Empregos
BR

O Sistema das Nações Unidas apresenta oportunidades de trabalho da semana de 24 de junho de 2020. Saiba como concorrer em países de língua portuguesa como Angola, Brasil, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Conheça ainda as vagas disponíveis em outros escritórios da organização que aparecem em inglês ou francês, as línguas de trabalho das Nações Unidas

Em Angola, campanha para prevenir Covid-19 quer chegar a 1 milhão de famílias rurais
BR

Parceria entre governo, FAO e OMS promove saúde e tenta limitar impacto de medidas preventivas na subsistência; iniciativa visa manter agricultura familiar e cadeias de suprimento de alimentos em operação em tempos de pandemia.

FAO: setor pesqueiro cai 6,5% com pandemia, mas consumo tende a aumentar
BR

Relatório revela que restrições e falta de mão-de-obra foram causas da queda; média anual de consumo deve subir 1kg por pessoa até 2030 para 21,5 kg; setor primário tem mais de 59,5 milhões de trabalhadores, a maioria mulheres; documento cita influência de Angola, Brasil, Cabo Verde e Moçambique em volume global.

Quarta de Empregos

O Sistema das Nações Unidas apresenta oportunidades de trabalho da semana de 18 de março de 2020. Saiba como concorrer em países de língua portuguesa como Angola, Brasil, Guiné-Bissau e Moçambique. Conheça ainda as vagas disponíveis em outros escritórios da organização que aparecem em inglês ou francês, as línguas de trabalho das Nações Unidas.

Angola convida o mundo a debater Convenção sobre os Direitos da Criança

O secretário de Estado para as Relações Exteriores de Angola, Téte António, apresentou um discurso em nome dos nove países de língua oficial portuguesa no Conselho de Direitos Humanos. Esta terça-feira, o bloco lusófono realizou um debate 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança à margem da sessão do Conselho em Genebra.

Guterres faz apelo à ação global na 43ª sessão do Conselho de Direitos Humanos
BR

Secretário-geral deve falar sobre situação atual de direitos humanos no mundo e propõe de proteção; ligação entre direitos humanos e prioridades da ONU também é tema da sessão anual, que começa nesta segunda-feira.

Guterres discursa em Sessão Anual do Comitê Especial de Descolonização
BR

Secretário-geral citou a experiência de seu país de origem, Portugal, ao falar de movimentos de libertação em Angola, Guiné-Bissau e Moçambique; Comitê lida com casos de pelo menos 17 territórios.

Bem-estar de crianças e adolescentes sob ameaça em todo o mundo, alerta estudo
BR

Dos países lusófonos, Portugal é o melhor posicionado em índice de sobrevivência e bem-estar, mas ocupa último lugar em nível de emissores de CO2 por pessoa; já Brasil é destacado por fortalecer sistema de informações de saúde; novo estudo adverte para excessos de emissões de carbono em economias mais ricas.

Chefe da ONU diz esperar, com serenidade, conclusão do processo eleitoral na Guiné-Bissau após votação de dezembro
BR

António Guterres respondeu a jornalista durante entrevista coletiva em Adis Abeba, onde participa do Encontro de Cúpula da União Africana; após Comissão Eleitoral do país lusófono ter declarado vencedor, Umaro Sissoco Embaló, Supremo Tribunal do país pediu que resultado fosse reexaminado antes de uma declaração final; chefe da ONU também elogiou esforços de Angola na mediação política dos Grandes Lagos; logo depois, ele participou de apresentação de livro sobre mulheres defensoras da paz.

Angola entre 10 países africanos doadores de recursos contra praga de gafanhotos
BR

País de língua portuguesa também preside iniciativa de US$ 1 milhão; FAO destaca que é preciso agir agora; nuvens de insetos já ameaçam Sudão do Sul, Uganda, Eritreia, Arábia Saudita, Sudão e Iêmen.