Ajuda Humanitária

Jornal da ONU - 04 de dezembro de 2019

Áudio -
4'54"

Número recorde de 168 milhões de pessoas precisarão de ajuda em 2020
BR

Panorama Humanitário Global foi publicado esta quarta-feira; choques climáticos, surtos de doenças e conflitos são as principais causas do aumento; número de necessitados deve continuar a crescer, chegando a mais de 200 milhões em 2022.

Enviado da ONU destaca “sinais de esperança” para o Iêmen
BR

Conselho de Segurança debateu situação no país; Martin Griffiths destacou redução dos combates e libertação de prisioneiros; chefe humanitário disse que setembro foi o mês mais letal para civis, mas situação melhorou em outubro.

Haiti: ajuda humanitária suspensa após insegurança causada por protestos
BR

Três semanas de manifestações impediram entrega de merenda escolar pelo Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas, PMA; agência da ONU opera a maior rede de distribuição de comida no país.

Falta de fundos leva ONU a fechar programas humanitários no Iêmen  

Maioria das campanhas de vacinação foi suspensa e distribuição de medicamentos foi interrompida; pelo menos 22 programas podem encerrar nos próximos dois meses se não houver financiamento; rações alimentares para 12 milhões de pessoas serão reduzidas e serviços essenciais cortados para milhões de crianças subnutridas.

Unicef pede US$ 70 milhões para ajudar 900 mil crianças venezuelanas

No total, cerca de 3,2 milhões de menores do país precisam de ajuda humanitária; diretora executiva da agência da ONU diz que as condições continuam a piorar em toda a Venezuela.

ONU contribui para apoiar parte dos 2,3 milhões de afetados pela seca em Angola
BR

Doação de bens será feita na província do Cunene, uma das quatro que enfrentam a emergência da seca; Unicef revela que situação afeta cerca de 491 mil crianças com menos de cinco anos.

Agências humanitárias pedem US$ 223 milhões para ajudar venezuelanos em 2019
BR

Plano de Resposta Humanitária quer apoiar 2,6 milhões de pessoas que têm necessidades mais urgentes; proposta também quer auxiliar esforços de vários parceiros humanitários que atuam no país.

Insegurança alimentar afeta cerca de 5,5 milhões de pessoas das áreas rurais de Zimbábue
BR

Mais de 3 milhões de pessoas deverão precisar de ajuda humanitária urgente entre outubro e dezembro de 2019; chefe do PMA diz que é preciso aumentar rapidamente esforços “para atender necessidades alimentares urgentes dos mais afetados pela crise econômica e pela seca.”  

Acnur precisa de US$ 210 milhões para ajudar e proteger milhares de refugiados de África
BR

Nova iniciativa pretende evitar que pessoas caiam nas mãos de traficantes ou contrabandistas; agência aponta aumento de pessoas sofrendo de problemas de saúde “extremamente precária” e trauma psicológico.